Idéias sustentáveis e econômicas para decoração da sua casa.


Antes de pensar em formas econômicas e sustentáveis de decoração, é preciso mudar a postura diante do consumismo exacerbado.


Pouco adiante fazer uma decoração no ambiente com ideias sustentáveis, se o guarda-roupas continuar cheio de peças que ninguém usa.


Ou até mesmo a casa, ocupada com grande variedade de móveis e acessórios pouco funcionais.


A base da sustentabilidade não é apenas o aproveitamento de peças e acessórios sem uso, mas uma forma de consumir preservando a natureza.


Não há como fazer isso, se você tem o hábito de comprar tudo o que vê pela frente, sem antes analisar a necessidade e a funcionalidade de cada item.


>> Se você quer aprender a economizar na decoração e assim promover a economia doméstica, continue lendo esse artigo até o final com bastante atenção.



Conheça 5 ideias sustentáveis de decoração



Uma decoração sustentável parte sempre do princípio da economia, do reaproveitamento e do bom gosto.


Afinal de contas, a sua casa é o seu cantinho especial. Portanto, ele precisa ser confortável, funcional e elegante.


Um dos pontos fortes da decoração sustentável é a possibilidade de dar o seu toque pessoal, criando ou reformando móveis e peças.


Veja abaixo 5 ideias que ajudarão você a economizar na hora de decorar seu espaço e ainda promover a economia doméstica.


1. Valorize o DIY (Faça você mesmo)


Faça você mesmo! Esse é o significado dessa sigla que se tornou tão famosa. O objetivo é incentivar a criação de móveis e acessórios para a sua casa.


Há uma infinidade de objetos, móveis antigos e materiais que podem ser utilizados para produzir os mais variados itens de decoração.


A proposta é que além de dar o seu toque pessoal, durante a produção haverá economia de recursos, pois tudo será feito por você mesmo.


Veja algumas ideias do que você pode fazer para a sua casa:


Fabricação de móveis usando madeira reciclável, tais como os pallets.

  • Porta-retratos usando os mais variados tipos de materiais.

  • Tapetes feitos à mão.

  • Aproveitamento de materiais como pneus e cadeiras antigas.

  • Reaproveitamento de peças antigas para compor a decoração, após receber tratamento especial como lixamento e pintura.

  • Restauração de móveis antigos.



2. Preserve o que é funcional



Não há como fazer uma decoração sustentável se você não abrir mão dos excessos.


Eles podem acontecer de forma planejada ou por descuidos, eles resultam no acúmulo de coisas.


Portanto, se você está pensando em mudar ou fazer a decoração de sua casa tendo como base a economia é importante analisar o que é funcional no ambiente.


Veja o que pode ser retirado, pode ser móveis ou acessórios que estão sobrando e que não agregam nenhum valor ao ambiente.


Essa é a ideia de uma decoração minimalista.


Eles podem ser vendidos por um preço menor, o que ajudará você a levantar fundos para fazer a nova decoração da sua casa.


Além de lhe ajudar a levantar recursos, possibilitará a outra pessoa adquirir itens que ela esteja precisando por um preço mais acessível.


Uma alternativa é doar o que for retirado. Muitas pessoas precisam de móveis e acessórios e não tem condições de comprar.



3. Cultive plantas



Nada mais indicado para deixar uma casa aconchegante como as plantas. Suas cores, formas e tamanhos trazem um charme especial.


Portanto, a terceira dica para economizar na decoração de sua casa é cultivar plantas e utilizá-las nos ambientes.


Há uma infinidade de espécies que podem ser usadas para compor a decoração, trazendo vida e ainda combatem o estresse excessivo e ainda ajudar a enfrentar problemas emocionais, como a depressão e ansiedade.


Elas possuem efeitos que vão além da beleza, pois ajudam a filtrar o ar dentro dos ambientes em que estão.


Além disso, são excelentes para estimular a criatividade e melhorar a concentração. E ainda ajudam na percepção da importância dos cuidados com a vida.


Veja abaixo as possibilidades de cultivo.


  • Alecrim.

  • Antúrio.

  • Babosa.

  • Cactos.

  • Costela de Adão.

  • Espada de São Jorge.

  • Jibóia.

  • Hortelã.

  • Lírio da Amazônia.

  • Lírio da Paz.

  • Manjericão.

  • Palmeira de Ráfis.

  • Violetas.

  • Orquídea.

  • Samambaia.

  • Suculentas, entre outras.


Escolha as espécies de acordo com o seu gosto e sua rotina. Lembre-se que elas precisam de cuidados para sobreviver.



4. Dê preferência para os produtores independentes



Quando o assunto é compor uma decoração econômica e sustentável, um dos grandes desafios é evitar as compras.


Muitas pessoas se apegam ao DIY e se decepcionam por não conseguirem produzir peças ou móveis que lhe agradem.


No entanto, não h