DOIS FOCOS PARA TRABALHAR: SEU CLIENTE X SEU NEGÓCIO!


Trabalhe para o cliente. Empreendedor: o cliente é a razão de seu negócio existir. Então, trabalhar muito (e bem!) para ele, é imprescindível. Aliás, a ideia de estabelecer um negócio sempre surge de necessidades que você observa em um certo grupo de clientes. Daí, usando seu talento profissional, você se prepara para atender tal necessidade em alto nível, captando e fidelizando clientes para sua empresa.

Exemplo. É o caso do técnico em informática que trabalhava como funcionário em uma empresa de TI, mas que é muito requisitado por amigos, parentes e contatos diversos, para resolver problemas de manutenção e suporte. Partindo daí, esse profissional imagina que poderia se estabelecer por conta própria, formando uma carteira diversificada de clientes, tanto particulares quanto corporativos.

Boa! Pode dar muito certo, desde que o empreendedor lembre que, atuando por conta própria, terá de gerir um negócio completo (uma prestadora de serviços de suporte em TI), planejando e gerenciando diferentes áreas funcionais (Atendimento, Comercial, Marketing, Financeiro, RH). Isso vai além de apenas desenvolver as atividades voltadas para o cliente (prestar suporte e dar manutenção de TI).

Trabalhe pelo negócio. Nos negócios próprios, trabalho não é só “da porta para fora”, ou seja, para o cliente: tem também muito trabalho “da porta para dentro”, trabalho empenhado para que a empresa se estabeleça, cresça e prospere. Como empreendedor, você terá de cuidar de todas as áreas funcionais da sua empresa. No entanto, existe uma destas áreas funcionais cujo planejamento e boa gestão é crítico para o bom êxito do seu business: a área financeira. Os cifrões são a linguagem universal dos negócios: no final das contas, é através dele$ que tudo se resolverá (ou se complicará...) em seu negócio!

Trabalhe pelo dinheiro! Se não souber tocar direito as questões de grana em seu negócio próprio (gestão financeira), não adianta ter talento, uma boa proposta de trabalho, excelente estrutura ou mesmo uma grande demanda por seus produtos e serviços. Todas estas bênçãos lhe serão de pouco valor sem uma administração financeira competente. Desconhece como fazê-lo? Leia bons livros, busque na internet, faça cursos de finanças empresariais para leigos. Como educador financeiro que orienta empreendedores de sucesso há 26 anos, lhe garanto que seu esforço será bem recompen$ado!

*Prof. Marcos Silvestre | EKNOWMIX® Educacional - Coordenador do PROFE® Coopercredi ACSC

Programa de Reorganização e Orientação Financeira e Empreendedora

Economista com MBA em Finanças (USP), atua como orientador de famílias e educador em empresas (Metodologia PROFE®). Comentarista econômico do Grupo Bandeirantes de Rádio e TV, é autor de "Os 10 Mandamentos da Prosperidade” e dirige o site www.educarparaprosperar.com.br.


6 visualizações0 comentário