Cooperativismo de Crédito no Brasil

A primeira cooperativa de crédito da América Latina foi constituída no Brasil, em Nova Petrópolis/RS, no ano de 1902 pelo Padre Jesuíta Theodor Amstad.

A Fundação: 

Em 25/02/1900, Amstad lançou na vila de Santa Catarina da Feliz, hoje cidade de Feliz, sua plataforma cooperativista. Mas, a ideia de fundar de fato uma cooperativa de crédito surgiu na reunião do Sindicato Agrícola “Bauerverein” do município de São Sebastião do Caí, realizada em 19/10/1902 em Nova Petrópolis, então 3º distrito do município. Nesta reunião, devido ao não comparecimento dos sócios de outros distritos, o que deveria ser uma Assembléia Geral do Sindicato acabou sendo uma reunião local, isto é, só de Nova Petrópolis, na qual, após discutidos os assuntos normais, Amstad, pedindo a palavra, fez ver as precárias condições financeiras existentes na colônia e explanou a sua ideia de fundar uma cooperativa de crédito, a exemplo daquelas que ele conhecera na velha Europa.

A proposição logo entusiasmou os presentes. Contudo, achou-se que seria atrevimento a execução de um empreendimento completamente novo aqui no Brasil, e a reunião teria fracassada, segundo conta o próprio Amstad, se não tivesse renovado os seus apelos e perguntasse sobre quem dos presentes estaria disposto a se associar à projetada cooperativa.

“Porém, não foi, senão depois de alguma insistência, que conseguiu a adesão de apenas quinze dentre as muitas pessoas presentes” conta o padre em suas memórias. Assim mesmo, o Sr. Anton Maria Feix foi designado para junto com o padre elaborar uma minuta de Estatuto Social que deveria ser discutido e votado na reunião de fundação marcada para o dia 09/11/1902 na Sociedade Cultural e Recreativa Tiro ao Alvo (Schützenverein) de Nova Petrópolis. O livro de atas registra que a mesma não pode ser realizada, pois momentos antes da hora marcada, havia desabado por vendaval a Sociedade Tiro ao Alvo de Nova Petrópolis, onde seriam discutidos os estatutos e a constituição da nova entidade.

Nova reunião foi marcada para o dia 23/11/1902, ainda em Nova Petrópolis, e que também não foi realizada porque faleceu a esposa do Dr. Johann Müller von Milasch, um dos principais entusiastas da idéia do padre. Tudo conspirava para que a idéia de Amstad não sobrevivesse. Porém, mais uma vez os incansáveis homens de liderança daquela época, marcaram nova data.

Finalmente, em 28/12/1902, no salão de bailes do Sr. Nicolau Kehl, em Linha Imperial, distante 8Km de Nova Petrópolis, aprovaram-se os estatutos e fundou o que hoje é a SICREDI Pioneira RS.

O Fundador: 

Filho de modesto comerciante, Theodor Amstad nasceu em 09/11/1851 em Beckernried, cidadezinha suíça localizada junto ao lago dos Quatro Cantões (Bodensee). Além da Suíça ele estudou na França e Inglaterra onde foi ordenado Padre em 08/09/1883. Veio ao Brasil em 1885, sendo logo destacado para servir nas colônias de descendência alemã do Rio Grande do Sul. Foi nomeado vigário-cooperador de São Sebastião do Caí (por 12 anos), depois de São José do Hortêncio (por 8 anos), Lageado e foi o 1º vigário da Paróquia de Nova Petrópolis, servindo ainda em outras regiões do Estado.

Como vigário itinerante cabia-lhe atender todas as capelas da região colonial alemã do município. Durante as visitas fazia reuniões com seus fiéis e organizou a paróquia de São Lourenço em Linha Imperial, da qual foi o primeiro pároco.

O padre era conhecido como o “Pai dos Colonos e durante 38 anos, ao lombo de sua mulinha, percorreu várias regiões do Rio Grande do Sul, fundando cooperativas (35 no total), sindicatos agrícolas, hospitais, asilos, escolas, revistas, paróquias e colônias novas, como de Cerro Largo e Santo Cristo.

O Padre era homem muito organizado e durante as visitas elaborou um completo fichário dos moradores da região. Por este fichário pode verificar, em certo momento, que a parte espiritual da comunidade estava relativamente bem atendida, mas, a parte econômica ia muito mal. Foi com base nesta constatação que Amstad, já conhecendo o modelo de Cooperativas que Raiffeisen havia implantado na Europa, iniciou a articulação para constituição de uma Cooperativa em Nova Petrópolis/RS.

Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. 

AS_377_19_ICONE_ATENDIMENTO.png

Atendimento

Central de Atendimento

(11) 3141-4610

atendimento@sicoobsanta.coop.br

Sede

Avenida Paulista, 326, 16º andar

Bela Vista - São Paulo - SP

CEP: 01310-000
 

Ouvidoria: 0800 725 0996

Atendimento Seg. a Sex.

das 8h às 20h

www.ouvidoriasicoob.com.br

Deficientes auditivos ou de fala

0800 940 0458

Canal de comunicação de indícios de ilicitude

Postos de Atendimento

 

São Paulo
Hospital Santa Catarina

pa.hsc@sicoobsanta.coop.br 

(11) 3016-3905

OSS Santa Catarina

pa.oss@sicoobsanta.coop.br 
(11) 5613-4444 Ramal 176

Rio de Janeiro

Casa de Saúde São José

pa.cssj@sicoobsanta.coop.br 
(21) 2536-2855

Hospital Santa Teresa - Petropolis

pa.petropolis@sicoobsanta.coop.br 
(24) 2233-4600 - Ramal 4769

Santa Catarina

Hospital Santa Isabel - Blumenau

pa.hsi@sicoobsanta.coop.br

(47) 3321-1449

Hospital N.S.Conceição - Tubarão

pa.hnsc@sicoobsanta.coop.br

(48) 3631-7249 - ramal 7249

Espírito Santo

Hospital Estadual Central - Vitória

pa.hec@sicoobsanta.coop.br
(27) 3636-4716

Agência Digital

(11) 94507-4615

Termo de Uso e Política de Privacidade

Responsável LGPD Encarregado pelo Tratamento de Dados Pessoais (DPO)

 

Theo Gatis dpo@sicoobsanta.coop.br

 

® Sicoob Santa - 2020

  • YouTube
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social